A universidade diante da nova realidade está em debate

Grupo formado por trabalhadores e estudantes de diversas universidades brasileiras promoverá debates sobre a realidade da universidade após o fim do isolamento social e antes do desenvolvimento de uma vacina

Desde que a organização mundial de saúde (OMS) declarou a pandemia de covid-19 em 11 de março, as universidades brasileiras suspenderam as aulas e outras reuniões, seminários e eventos que aglomerassem muitas pessoas. Gradativamente a suspensão dessas atividades foram ampliadas para atividades administrativas até a quase completa suspensão do atividades presenciais.

Os prazos, que eram inicialmente temporários, se tornaram indeterminados gerando uma situação em que as universidades, entidades e associações vinculadas ao ambiente acadêmico, começaram a debater sobre como a instituição deve funcionar nesse novo contexto de isolamento social. Rapidamente, chegou-se a um certo consenso institucional de que as atividades presenciais deveriam se manter suspensas.

Atualmente, diante da flexibilização do isolamento social em diversos governos e de pressões sociais e até do governo federal, criou-se outra situação em que a comunidade acadêmica está diante de outro dilema: o seu funcionamento num contexto de flexibilização ou fim do isolamento social, antes de se desenvolver uma vacina contra o coronavírus.

Essas foram as considerações que o grupo de estudantes, técnico-administrativos e professores fizeram ao propor uma coluna ao jornal tribuna universitária. A coluna, denominada de projeto Universidade e Realidade, servirá de plataforma para esse debate. O projeto consiste em reunir textos a serem publicados no portal do jornal e realizar debates ao vivo nas redes sociais.

Primeiro debate promovido pelo grupo

O primeiro debate vai ocorrer dia 17 de junho próximo, às 18 horas e terá como tema geral a Educação à distância. A transmissão ao vivo será feita pelo canal do Youtube e página do facebook do jornal Tribuna Universitária.

Divulgação

Seja o primeiro a comentar

Comente!