A Universidade Eficiente no Brasil: livro reflete sobre avaliação e gerencialismo na gestão universitária

Ilustra a capa do livro A Universidade Eficiente no Brasil.
Capa do livro (Divulgação)

O livro de Rafael Pereira reflete sobre o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e a gestão universitária e conclui que o gerencialismo se tornou hegemônico na universidade pública brasileira

Para que serve o SINAES? Que modelos de universidade estão em disputa atualmente na sociedade? Que modelo de universidade o SINAES induz? O que tem o planejamento institucional e a gestão universitária a ver com avaliação ou com um modelo de universidade? O que seria uma universidade eficiente no Brasil? Essas são algumas perguntas que a leitura deste livro pode ajudar a responder.

A política nacional de avaliação tem sido central no debate educacional há anos. Na educação superior, o atual sistema nacional de avaliação, o SINAES, foi elaborado em um contexto de grandes debates e mudanças na política Brasileira, conformando em si um processo histórico que envolve não só a questão da avaliação, mas as questões da universidade, do Estado e também da sociedade.

O autor realizou uma avaliação da atual política de avaliação da educação superior a partir de uma perspectiva histórica. Discutir as interseções entre a avaliação de políticas públicas, a política de avaliação e as reformas do Estado foi um dos desafios da pesquisa que sustenta este livro. Tal empreitada foi possível dialogando com a literatura da Educação, Administração Pública e Ciência Política.

O arcabouço teórico, mobilizado a partir de uma perspectiva crítica, sustentou as reflexões sobre universidade pública, a política nacional de avaliação e a gestão universitária, a partir de uma pesquisa empírica extensa em documentos institucionais de 5 grandes universidades federais brasileiras.

O autor caracterizou a universidade pública atual como Universidade Eficiente. A universidade eficiente no Brasil é aquela que, em suas próprias palavras, “tem sua ‘boa’ qualidade atestada pelos rankings, independente dos recursos estatais disponíveis para produzir seu ‘bom’ desempenho”.

Universidade Eficiente é aquela que “tem sua ‘boa’ qualidade atestada pelos rankings, independente dos recursos estatais disponíveis para produzir seu ‘bom’ desempenho”.

Rafael Pereira, autor

A Pesquisa foi realizada durante o curso de Doutorado na Universidade Federal do Paraná, na linha de políticas educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação da universidade, sob a orientação da Profa. Dra. Mônica Ribeiro da Silva. Defendida em maio de 2020, a tese foi transformada em livro, que está em lançamento pela Enunciado Publicações.

A tese original, completa, pode ser obtida digitalmente e gratuitamente no banco de teses e dissertações da UFPR ou no site do programa de pós graduação da universidade. O livro pode ser obtido nos canais da editora ou pelo e-mail contato(arroba)enunciado.com.br

SOBRE O AUTOR

Rafael dos Santos Pereira é Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Mestre em Métodos e Gestão em Avaliação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Pedagogo licenciado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Pesquisa políticas educacionais, avaliação de políticas públicas e políticas de avaliação, tendo o Ensino Superior como seu principal campo de investigação.

É trabalhador do quadro Técnico-Administrativo em Educação das Instituições Federais de Ensino, no cargo de Pedagogo, tendo atuado, no início de sua carreira, na Universidade Federal de Itajubá (Unifei). Está em exercício no quadro da UFSC desde 2012, lotado no Centro de Ciências da Educação (CED). Já trabalhou como Especialista em Educação nas redes públicas Estadual de Minas Gerais e Municipal de Itajubá/MG. Foi Secretário Municipal de Educação de Itajubá (2009/2010) com apenas 27 anos.

Também foi militante no movimento sindical, exercendo mandato no sindicato de base (SINTUFSC) e na Direção Nacional da FASUBRA-Sindical como Coordenador de Educação (2015/2019).

Seja o primeiro a comentar

Comente!