Chanceler de Israel: Brasil abre escritório diplomático em Jerusalém

CC BY-SA 3.0 / Yourway-to-israel

Conteúdo Sputnick Brasil

O Brasil abriu um “escritório diplomático” em Jerusalém, declarou o ministro das Relações Exteriores de Israel, Yisrael Katz.

Na sua conta no Twitter, Yisrael Kats publicou uma foto dele e de seu homólogo brasileiro Ernesto Araújo apertando as mãos. O ministro agradeceu o Brasil por seu gesto. 

“Bem vindo a Israel @ernestofaraujo, ministro das Relações Exteriores do Brasil e presidente @jairbolsonaro. Obrigado por abrir um escritório diplomático em Jerusalém! Israel e o Brasil são verdadeiros amigos que partilham valores comuns e fortaleceremos a cooperação entre nossos dois países” escreveu ele.

Em 28 de março, Jair Bolsonaro declarou que podia abrir um escritório comercial em Jerusalém.

Jair Bolsonaro e Benjamin Netanyahu durante encontro no Rio de Janeiro
© AP PHOTO / LEO CORREA/POOL PHOTO

Em finais de novembro de 2017, os EUA anunciaram estar dispostos a reconhecer oficialmente Jerusalém como capital de Israel. Em dezembro de 2017, 128 países da ONU, incluindo o Brasil, aprovaram uma resolução que rejeita a decisão dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Em maio de 2018, os Estados Unidos anunciaram a transferência de sua embaixada em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, provocando indignação em todo o mundo muçulmano.

Jerusalém é objeto de confrontos e disputas entre palestinos e israelenses. Ambos reivindicam o local como sagrado. Para evitar o agravamento da situação, os países consideram Tel Aviv como a capital administrativa de Israel, sendo lá que ficam as representações diplomáticas internacionais.

Seja o primeiro a comentar

Comente!