Como saber se estou com depressão?

A depressão é um tipo de transtorno mental que muito em breve vai se tornar a doença que mais mata no mundo inteiro e também a mais incapacitante, considerando apenas os transtornos mentais.

Esses dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) levam em conta o assustador crescimento dos casos constatados apenas nessa última década, e esse aumento tem uma causa muito especial.

Especialistas dizem que o ritmo acelerado, aumento na pressão no ambiente de trabalho e acadêmico, tem um papel muito importante, justamente com o stress, para a ocorrência da depressão.

A reação nesse mundo cada vez mais veloz em suas conexões não tem sido muito boas, e o desconhecimento dos sintomas dificulta ainda mais o tratamento para a depressão, que exige uma ação rápida.

Por isso vamos trazer alguns pontos importantes para você avaliar se é ou não o seu caso, e como você pode pedir ajuda e vencer esse mal, lembrando que a cura não é garantida, mas o tratamento favorece uma vida sem maiores problemas.

Entendendo o que é a depressão

Do ponto de vista científico, a depressão é diagnosticada como sendo um transtorno mental, presente no Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais, o DSM, que impede a pessoa de viver normalmente sua vida.

Isso quer dizer que tal transtorno pode atrapalhar a convivência com outras pessoas, o rendimento no trabalho e na escola/academia e diversas outras atividades que são desempenhadas rotineiramente.

Portanto, para a OMS, é uma doença grave, que leva muitas pessoas ao suicídio, o que aumenta ainda mais a preocupação com a doença e exige mais atenção aos seus sinais, para que ações possam ser tomadas de imediato.

Atenção aos sinais

A depressão é, em geral, uma doença silenciosa que acomete as pessoas aos poucos. Como muitos não percebem seus sinais característicos, quando se dão conta já estão em uma fase mais crítica do transtorno.

A forma como ela se manifesta está em pequenas ações, como desinteresse em atividades que antes gostava de fazer, opção por ficar sozinho a maior parte do tempo, pensamentos negativos e tristeza profunda por um período muito longo. Esses são os sinais característicos.

No entanto, existem alguns que poucas pessoas falam, como compulsão alimentar, vício exagerado em bebidas, e outros comportamentos compulsivos que não sejam comuns na rotina de vida do indivíduo.

O que fazer

Uma vez diagnosticados os primeiros sinais da depressão, é preciso que se tenha uma atitude imediata. Se a pessoa não conseguir tomar as atitudes por si só, ajude e encoraje a mesma a procurar ajuda.

Uma pessoa depressiva deve ter o acompanhamento com psicólogo, para que sejam tratadas questões de níveis pessoas e de rotinas, e com psiquiatra, para que o mesmo possa receitar remédios que auxiliam no tratamento.

A prática de exercícios regularmente e uma alimentação equilibrada ajuda também, e pode ser uma grande ajuda.

Como dito anteriormente, não podemos falar em cura, mas podemos lutar para ter uma melhor qualidade de vida.

Sobre Vinícius Santos 9 artigos
Psicólogo clínico (CRP-03/18027) e redator escreve no Tribuna Universitária sobre dicas de comportamento e saúde mental

1 Trackback / Pingback

  1. O que é crise de ansiedade? -

Comente!