Há método no caos | Eduardo Valdoski

Eduardo Valdoski é Jornalista

Bolsonaro sabia, há 20 dias, da citação do nome dele no depoimento do porteiro, quem contou foi Witzel. Uma semana depois, com o MP/RJ já tendo feito a consulta ao STF, ele se reuniu com ministros do STF.

As reuniões com Toffolli e Alexandre Moraes e depois com Gilmar Mendes, estavam inicialmente fora do registro da agenda oficial, só entrou depois de divulgado o encontro pela imprensa. Provavelmente trataram desse assunto.

Bolsonaro teve 20 dias para preparar a sua defesa. Na segunda, soltou o vídeo das hienas. Sabia que haveria reação. Ele esperava essa reação para criar o clima de vitimização. De que é perseguido. Ele sabia que era questão de tempo para vazar o depoimento do porteiro.

Com um governo completamente aparelhado por seu grupo político, tendo inclusive a ABIN à disposição, não é de duvidar que soubesse que a Globo preparava a matéria e se antecipou. A matéria da Globo, com as inconsistências, foi o que precisava para se vitimizar.

Desde a eleição, vejo muitos analistas e militantes dizendo que Bolsonaro e família são loucos e que o establishment logo, logo vai derrubá-lo. Acredito ser um erro essa avaliação. Existe método no modo caótico de atuar de Bolsonaro.

O método é diferente do que a política tradicional praticou nos últimos 30 anos, a esquerda incluída. Analisar a conjuntura com os mesmos parâmetros é um erro. Como acreditar que, depois do JN, Bolsonaro cairia. Não vai cair. Ele está forte. Mais forte hoje do que há 24h atrás.

A coluna "Conjuntura" publica artigos de opinião e análise sobre a conjuntura política do Brasil, cujos autores são colaboradores, colaboradoras e/ou colunistas do Tribuna Universitária. As opiniões emitidas, não necessariamente coincidem com as opiniões do portal Tribuna Universitária. Dúvidas, sugestões, elogios e críticas podem ser enviadas para redacao@tribunauniversitaria.com.br ou diretamente ao autor, cujo contato está linkado em seu nome abaixo do título do artigo.

Seja o primeiro a comentar

Comente!