Instituto Nacional de Educação de Surdos vai apurar denúncia de Censura

Miniatura do vídeo da Nota em Libras

A direção-geral do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) e a assessoria de imprensa da TVINES, responderam e-mail da redação do portal Tribuna Universitária. Na mensagem, apresentam suas posições acerca da denúncia de censura na TV do instituto, que foi noticiada por esse portal.

A assessoria da TV INES declarou:

A TV Ines informa que faz parte do dia a dia do canal a saída de conteúdo e entrada de novos. Esses ajustes são necessários, para o rodízio da programação.

Assessoria de imprensa da TV INES

A direção-geral do INES enviou nota e o link de vídeo da nota em LIBRAS, o qual reproduzimos abaixo. Em sua declaração, o Diretor-geral pode cautela e que se aguarde a apuração, que será feita por meio de sindicância. Em um trecho da nota afirmou que

(…) em nenhum momento nem o INES nem o MEC solicitou a retirada desses vídeos, tampouco fomos informados que os mesmos seriam retirados do ar.

Paulo André Martins de Bulhões, Direção-Geral do INES
Nota de esclarecimento da Direção do INES sobre denúncia de censura na TV INES em LIBRAS

Tivemos acesso via Twitter à posição do Ministérios da Educação sobre o assunto. Em nota, o ministério presta esclarecimentos sobre o fatos narrados na denúncia. Entretanto, aproveita para atacar o colunista Ancelmo Gois, do jornal o Globo, que teria dado repercussão à denúncia e feito conjecturas sobre os fatos.

Em seu comunicado, que reproduzimos abaixo, além de associar o colunista d’O Globo, ao serviço secreto soviético (sic!), o MEC afirma que os vídeos foram tirados do ar sem autorização em abril e em novembro de 2018. Continua, acrescentando que esses vídeos serão reinseridos na grade da TV e que uma sindicância apurará responsabilidades.

Comunicado do MEC sobre denúncia de censura na TV INES

Questionamento

A coluna de Ancelmo Gois, questionou informação do MEC sobre a data em que os vídeos saíram do ar. Por meio do cache do google, foram descobertos dois vídeos (Marx e Nietzsche) que ainda estavam no ar dia 02/01/19.

1 Trackback / Pingback

  1. Estudante denuncia censura na TV do Instituto Nacional de Educação de Surdos -

Comente!