Principais transtornos psicológicos da modernidade

Transtornos psicológicos ocorrem em qualquer momento da história. Freud, já em seu tempo, estudava o caso das histéricas, e isso quando a psicologia começava a se ocupar de fato de problemas sociais em grande escala.

Como o próprio Freud disse, traumas e condições psíquicas não são totalmente curadas, mas ocupam novas formas. E isso quer dizer que em plena modernidade, nos deparamos com novos transtornos.

Tais transtornos acontecem na sociedade de uma maneira geral, e falar sobre isso é importante para dar as indicações necessárias. A seguir daremos alguns exemplos de transtornos e como cuidar de cada um deles.

Transtorno de ansiedade

Um dos transtornos psicológicos mais comuns na modernidade é o de ansiedade. No entanto, é preciso que a gente consiga dividir muito bem o que é transtorno e o que é algo natural.

A ansiedade é comum para todas as pessoas. Ela se torna um problema quando toma proporções exageradas, tais quais aponta o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM).

Em geral o transtorno de ansiedade pode paralisar a vida da pessoa, e o tratamento é feito com psicoterapia e também com consulta com psiquiatra para dispensa de medicamentos, a fim de tratar esse quadro.

Depressão

Na mesma linha de transtornos da modernidade, a depressão tem se tornado cada vez mais comum, e é uma das mais perigosas, principalmente pela forma com a qual outras pessoas veem uma pessoa depressiva.

A depressão também é prevista no DSM, e é um quadro de tristeza profunda, que pode impedir que a vida tome o seu curso natural, interferindo em sua rotina de alimentação e também na interação com outras pessoas.

Assim como o transtorno de ansiedade, a causa da depressão pode ser de ordem biológica, e isso demanda uma intervenção com medicamentos específicos combinados com acompanhamento psicoterapêutico.

Síndrome do Pânico

A síndrome do pânico também é um tipo de transtorno que é muito comum em nossa época, e sua ocorrência impede que pessoas tenham a sua vida normal e consigam trabalhar, estudar e até ir à consultas.

Geralmente a síndrome do pânico é acompanhada do transtorno de ansiedade, ou pode estar combinada com outro tipo de transtorno. Por isso, o laudo de um especialista é fundamental para o tratamento correto.

Da mesma maneira, a psicoterapia e consultas com psiquiatras são as indicações. O uso de medicamentos não é necessariamente uma regra, mas pode ser indicado a depender do quadro.

Doenças psicossomáticas

As doenças psicossomáticas são das mais variadas. Elas podem ocorrer por stress ou outro quadro. Sua manifestação pode ser por manchas na pele, gastrite, e outras ocorrências que são mais comuns para muitas pessoas.

Assim, a indicação mais comum é acompanhamento com psicólogo, já que muitas delas são maneiras de o corpo se expressar. O uso de medicamentos específicos também pode ser designado.

Com o advento da modernidade, a ocorrência de novos quadros de transtornos foram se desdobrando. A indicação é poder prevenir, com práticas de vida saudáveis, desde a alimentação, exercícios e mais importante, a psicoterapia.

Sobre Vinícius Santos 9 artigos
Psicólogo clínico (CRP-03/18027) e redator escreve no Tribuna Universitária sobre dicas de comportamento e saúde mental

1 Trackback / Pingback

  1. Nove filmes para debater a reforma psiquiátrica -

Comente!