UFPI recupera 60 bolsas de Pós-Graduação da CAPES

Profa. Regina Lucia, Pró-reitora de Ensino de Pós-graduação

Mesmo com a recuperação, a PRPG estima, ainda, perdas de 30,03% e 39,36% das bolsas para cursos de Mestrado e Doutorado, respectivamente.

Conteúdo: UFPI

A Universidade Federal do Piauí, por meio da Pró-reitoria de Ensino de Pós-graduação (PRPG), informa a comunidade acadêmica que conseguiu recuperar 60 (sessenta) bolsas de Pós-Graduação stricto sensu da CAPES, sendo 56 bolsas de Mestrado e 04 de Doutorado.

Segundo a Profa. Regina Lucia, Pró-reitora de Ensino de Pós-graduação, “Com essa medida de correção, foram restituídas 60 (sessenta) bolsas para os cursos de mestrado e doutorado da UFPI, que poderão ser utilizadas para a inclusão de novos bolsistas pelos Programas de Pós-graduação”.

A PRPG estima, ainda, perdas de 30,03% e 39,36% das bolsas para cursos de Mestrado e Doutorado, respectivamente, no âmbito do Programa de Demanda Social (DS) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível superior (Capes), que tem a finalidade de formar recursos humanos de alto nível necessários ao país, considerando o período de junho/ 2019 a março/2020. Contudo, pelo Ofício Circular nº 6/2020, de 01/04/2020, a CAPES comunicou a correção de falhas ocorridas na geração de empréstimos decorrente da aplicação das regras do modelo de distribuição de bolsas recentemente publicado, que gerou inconsistências entre o número de bolsas do tipo empréstimo disponível no Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios (SCBA) e o divulgado por meio do Ofício Circular nº 7/2020-GAB/PR/CAPES, de 18/03/2020.

semináriopós2020-1620200210110607.jpg
Prof. Welter Cantanhêde, Coordenador de Pós-Graduação stricto sensu da UFPI

Para o Coordenador de Pós-Graduação stricto sensu da UFPI, Prof. Welter Cantanhêde, o quadro ainda é preocupante.

“Ficamos animados com a recuperação deste quantitativo de bolsas, mas a nossa expectativa é que a Portaria No 34 da CAPES seja cancelada, pois traz muitas incongruências e assimetrias aos programas, dificultando o avanço da Pós-graduação nesta IES”, comenta o coordenador.

Os seguintes programas tiveram as suas bolsas devolvidas são:

Agronomia – Agricultura Tropical (04 de Mestrado);
Alimentos e Nutrição (04 de Mestrado);
Arqueologia (01 de Mestrado);
Ciência Animal (04 de Mestrado);
Ciência da Computação (02 de Mestrado);
Comunicação (02 de Mestrado);
 Farmacologia (01 de Mestrado);
Geografia (01 de Mestrado);
História (08 de Mestrado);
Letras (03 de Mestrado);
Química (10 de Mestrado);
Odontologia (02 de Mestrado);
Matemática (02 de Mestrado);
Física (03 de Mestrado);
Ciências Agrárias (07 de Mestrado);
Genética e Melhoramento (03 de Mestrado);
Educação (01 de Doutorado);
Renorbio (03 de Doutorado).

Nota do Editor: Matéria originalmente publicada por UFPI

Seja o primeiro a comentar

Comente!